MELODY, QUANDO BROTA O AMOR (Melody, 1971)

 Conto inocente sobre duas crianças de 12 anos de idade que se apaixonam e decidem se casar. Uma fantasia romântica retratada sob o ponto de vista das crianças da história, onde os adultos são apenas personagens secundários. Daniel Lattimer (Mark Lester) é amigo do problemático Ornshaw (Jack Wild). Certo dia, Daniel se apaixona por Melody Perkins (Tracy Hyde) e anuncia a seus pais que quer casar, mas não no futuro, e sim no momento presente. Os pais e professores tentam dissuadi-lo, e Ornshaw também não aprova a idéia, pois sente que Melody o está distanciando do amigo. Posteriormente, porém, Ornshaw e os colegas de classe se determinam a ajudar o jovem casal. Eles se reúnem em um local distante, para casá-los, mas os pais os seguem e tentam impedi-los. As crianças distraem os pais, enquanto Melody e Daniel fogem em um carro-de-mão sobre os trilhos, com a ajuda de Ornshaw. Na época do seu lançamento nos cinemas foi um enorme sucesso, não só pela presença de Mark Lester, que já tinha encantado o mundo com o belíssímo OLIVER!, produção magnífica de 1968, que ganhou o Oscar de Melhor Filme do Ano, mas também pela extraordinária trilha sonora toda com músicas do Bee Gees, que estavam no auge, assim como o seu roteiro simples e tocante que apresentava uma história de amor encantadora.

Diretor: Waris Hussein

Roteiro: Alan Parker

Estrelas: Mark Lester, Tracy Hyde, Jack Wild

Gênero: Romance

Idioma: inglês

Legendas: português

Colorido

DVD

MELODY, QUANDO BROTA O AMOR (Melody, 1971)

R$27.00Preço